Backlinks: Guia completo sobre Link Building

O assunto de hoje é Backlinks, vamos falar detalhadamente sobre link building, formas de conseguir links para nossos sites, conseguir guest posts etc…

Portanto, paciência porque vem conteúdo grosso por aí.

O que são Backlinks?

Backlinks são links de entrada para o seu site, qualquer ligação que você recebe de outros sites apontando para o seu são backlinks.

Pronto, só isso? Quem dera!

Antigamente o Google reconhecia qualquer Backlink como fator de peso para o ranqueamento, acontece que, de uns tempos para cá ele começou a considerar o que ele chama de “links de qualidade” como fator de peso para ranqueamento.

Deixa eu te explicar como funciona isso, Se você tem um site onde fala sobre informática e recebe um link de um site que fala sobre mecânica para carros o Google simplesmente não “reconhece” esse link como um link de qualidade, logo não dá a devida atenção para essa ligação.

Links DoFollow e NoFollow

Existem duas categorias de backlinks, DoFollow e NoFollow.

DoFollow – São os links que passam o “Link Juice” e passam a autoridade de uma página para a outra. Toda vez que uma página vai ganhando relevância, vai recebendo mais links, a autoridade dela vai aumentando.

Ex.: Se você tem um blog que fala sobre informática e recebe um link do portal techmundo.com.br, uma parcela de autoridade do techmundo é passada para a sua página por somente ele te mencionar.

NoFollow – São links que não fazem o link juice e não passam autoridade de uma página para outra, o que diferencia um link DoFollow para um NoFollow é um código em HTML na estrutura do site que se chama “rel no follow” dessa forma os grandes portais e sites com autoridade utilizam NoFollow para evitar a criação de relacionamento com sites de baixa autoridade, de forma resumida, ele diz para o Google que não tem nenhuma relação com aquele site e somente mencionou por algum caso específico.

para você identificar de forma fácilvquais sites usam links DoFollow e NoFollow a melhor opção é usar a extensão para o Google Chrome chamada: NoFollow.

Utilizando a extensão mencionada os links aparecerão assim:

Backlinks dofollow e nofollow

 

Os circulados em vermelho são NoFollow e os em Azul são DoFollow.

Lembrando que não é preciso especificar quando a intenção é fazer um link DoFollow, naturalmente os backlinks já são DoFollow.

Como backlinks NoFollow ajudam o seu ranqueamento.

Vimos acima que tecnicamente links NoFollow não é a melhor opção para ganharmos relevância com o Google, porém ainda que você não absorva a autoridade da página que está linkando links NoFollow te entrega uma visibilidade maior, logo trazendo mais visitantes e isso sim afeta o seu SEO. Imagine que o Globo.com fizesse um link NoFollow para um site de receitas de bolo na seção de culinária? Certamente esse link receberia muitos clicks independente de ser DoFollow ou NoFollow.

Como criar backlinks de qualidade

Não existe uma fórmula para criar backlinks de qualidade, lembrando que até o momento em que escrevo este artigo ( 02/01/2017 ) o fator de ranqueamento mais importante considerado pelo Google é a quantidade de links de qualidade, ainda que e o próprio Google tenha dito no inicio do ano que em 2017 priorizaria mais o conteúdo do que a quantidade de links. Essa informação não foi confirmada e os links continuam bastante importantes.

O Google considera como black hat qualquer manipulação de backlinks, compra de backlinks, criação de redes privadas de blogs, troca de links, etc…

A melhor forma de você conseguir backlinks de qualidade de forma natural é produzindo conteúdo de qualidade. Conteúdos ricos, conteúdos completos têm mais chances de serem mencionados, portanto não economize palavras, quanto maior for o seu conteúdo mais chances ele tem se tornar um “guia” do seu mercado e com isso certamente atrairá muitos backlinks.

Conseguindo Guest Posts

Guest Post se você não conhece é uma técnica utilizada por vários profissionais de SEO para conseguirem backlinks de qualidade, ela consiste em encontrar blogs do mesmo nicho que o seu e fazer um pedido de “colaboração”, você escreve um artigo no blog dele, logo o seu link vai lá e é claro DoFollow.

A maioria dos sites que aceitam Guest posts fazem um “contrato de reciprocidade”. Eu escrevo no seu e você escreve no meu.

Conseguir encontrar blogs para fazer guest posts é uma tarefa bem difícil, chata e demorada. Mas eu tenho uma técnica simples que vai te permitir conseguir quantos Guest Posts você precisar para o seu blog.

Confere comigo aqui no vídeo.

Bom, só para lembrar: Conseguir links de sites de autoridades é bem melhor do que sites sem autoridade portanto use e abuse dessa técnica, o link da ferramenta você pega aqui : Link Assistant.

Usando técnicas Black Hat para conseguir backlinks

Se você não sabe o que eu penso sobre Black Hat leia esse artigo: Black Hat SEO a Verdade Que Não Te Contam para entender melhor como funciona a minha cabeça e a minha concepção de SEO Black Hat.

Dentre todas as estratégias que envolvem Black Hat dentro do SEO, Construção de backlinks sem dúvidas é a mais aprimorada, Avançada e que trás mais resultados.

Veja bem o que vou te dizer agora, todos os grandes mercados usam técnicas de black hat para ranqueamento. TODOS, quando eu falo todos estou me referindo a palavras que valem milhares e milhões de reais, E-Commerces que faturam milhões através dos sites ranqueados através de algumas das técnicas que vou te ensinar aqui agora.

A primeira grande técnica Black Hat é a construção de PBN (Private Blogs Networks).

PBN (Private Blogs Networks)

É um conceito fácil de entender, consiste em ter a sua própria rede de sites para que troquem links entre si.

Os grandes e-commerces têm redes gigantes trocando links com constância, na prática funciona assim:

É criado uma rede de sites, que são chamadas TIER 1, os sites TIER 1 linkam para o site principal.

E é criado uma outra camada de sites, denominadas TIER 2 que linkam para TIER 1 dessa forma os sites TIER 1 ganham relevância porque recebem links do TIER 2.

Em algumas PBN’s existem 10-15-20 camadas de sites.

o que e pbn

Essa é a técnica mais eficiente que existe hoje no mundo do SEO.

Usando a WEB 2.0 para ranquear

Vamos utilizar sites que praticam o conceito de web 2.0, sites que permitem uma maior interação do usuário dentro da plataforma.

A grande vantagem de utilizar esses sites são que eles já tem autoridade, quando você cria um site no domínio Wordpress.com você está utilizando a autoridade do WordPress.

backlinks com web 2.0

Resumindo:

http://wordpress.com 
http://www.weebly.com
http://www.blogger.com
http://www.tumblr.com
http://www.typepad.com
http://www.tripod.lycos.com
http://www.angelfire.lycos.com/
http://www.wikidot.com
http://www.webs.com
http://www.soup.io
http://www.travelblog.org
http://www.webstarts.com
http://www.moonfruit.com

Esses são alguns sites que você pode se cadastrar gratuitamente e criar conteúdo para poder apontar para o seu site principal.

Como usar a web 2.0 para ranquear seus sites

Nem tudo são flores, calma!

Vou te dar aqui o passo a passo para você conseguir usar essa estratégia de forma “legal” para o Google.

Esses sites que você criar na web 2.0 têm que ter conteúdo, não adianta somente ir lá e criar e sair gerando links.

Toda vez que você cadastrar um novo site com o objetivo de apontar para o que você quer ranquear você vai precisar de seguir os seguintes passos:

1 – Escrever sobre o objetivo do blog, o tema que será abordado, etc…

2 – Criar um artigo de mais ou menos 500 palavras, um artigo legal com imagens, etc…

3 – Crie de 4 a 6 artigos pequenos com 300-400 palavras.

4 – Comece a distribuir o seu link “educadamente” nos próximos artigos, se você fizer muitos artigos com links o Google pode perceber e desandar o seu projeto, portanto seja regular a cada 5 artigos “normais” coloque um artigo apontando.

Texto Âncora

Os textos âncoras são de grande importante para o seu posicionamento de SEO, quando você recebe um link o texto âncora é responsável por “dizer ao Google” qual é a importância daquela palavra dentro do contexto do seu site.

Ex.: Eu posso citar um site assim: Veja este artigo que o Bruno Medeiros escreveu , clique aqui! ( no clique aqui vai o link)

Nesse caso você está indicando para o Google que a palavra de referência é CLIQUE AQUI.

Como você vai manipular os seus links, o ideal é que quando você aponte para o seu artigo utilize a palavra-chave que você deseja ranquear.

Ex.: Veja este artigo que o consultor de marketing digital Bruno Medeiros escreveu. (consultor de marketing digital leva o link)

Ps.:O conceito de texto âncora se aplica também para linkagem interna, sempre que for linkar para o seu próprio conteúdo priorize utilizar a palavra que você quer ranquear.

Conseguindo Backlinks NoFollow

Uma forma de conseguir backlinks NoFollow é deixar comentários em blogs de autoridade do mesmo mercado que o seu, como já vimos os links são NoFollow mas eles trazem tráfego para você e te ajudam a construir uma campanha consistente de link building.

Você pode procurar por blogs no Google usando o pesquisador avançado.

conseguir backlinks

 

Basta acessar e deixar um comentário nos artigos.

backlinks nofollow

Na área circulada vai o seu site, todo comentário que você deixar está gerando um Backlink NoFollow para o seu site.

Analisando Backlinks

Fazer uma análise de backlinks também é muito importante, você pode extrair informações privilegiadas através dessa análise, como por exemplo quais sites estão apontando para o seu concorrente, descobrir fontes de links boas, etc…

Para fazer uma análise de backlinks é necessário o uso da ferramenta Ahrefs.

backlinks ahrefs

Você consegue ver a quantidade de backlinks que o site está recebendo e o melhor de onde estão vindo.

backlinks concorrentes

Conseguindo Backlinks DoFollow

Existe uma possibilidade de você criar backlinks DoFollow, existe um plugin chamado Luv Comments, é um plugin para WordPress.

Ele possibilita que sejam feitos comentários DoFollow, porém é um plugin muito pouco utilizado e os sites que utilizam ele geralmente são de baixa autoridade e audiência, logo a utilidade perde bastante força.

Para você encontrar blogs que utilizem esse plugin basta procurar no Google por: “Palavra-chave + Luv comments”.

Considerações finais

Acredito que este artigo tenha sido esclarecedor para o assunto backlinks, existem mercados que não são necessários utilizar técnicas de link building para conseguir ranquear, principalmente em mercados regionais ou palavras-chaves muito específicas.

O uso de uma estratégia de link building se torna realmente necessário em casos de palavras muito concorridas onde a concorrência tem fatores de SEO off-page fortes, como links, tempo de dominio, autoridade, etc…

Se você gostou desse artigo e quer saber mais sobre estratégias de marketing digital e SEO, participe do meu grupo fechado no Facebook que sempre compartilho dicas exclusivas do mercado digital.

Backlinks guia completo

Eu vou ficar por aqui e até a próxima.

 

By | 2018-02-23T21:13:47-03:00 fevereiro 2nd, 2017|SEO|

About the Author:

Digital Marketer, profissional da área de comunicação e tecnologia há 10 anos, ajuda empresas e empreendedores a aumentarem os seus resultados utilizando o potencial da internet.

21 Comments

  1. Lígia Ferrari 2 de fevereiro de 2017 at 09:13 - Reply

    Bruno, muito legal esse conteudo. Mas não consegui acessar o video!

    • brunomedeirosjj 2 de fevereiro de 2017 at 12:05 - Reply

      Oi Lígia, removi o plugin está tendo incompatibilidade no mobile =/

    • Bruno Medeiros 2 de fevereiro de 2017 at 17:20 - Reply

      Oi Lígia, removi o plugin está tendo incompatibilidade no mobile =/

  2. Duilio Webb 2 de fevereiro de 2017 at 10:45 - Reply

    Cara, muito show teu artigo. Cadê o vídeo?

    • brunomedeirosjj 2 de fevereiro de 2017 at 12:04 - Reply

      Opa, volta lá tirei o plugin está dando problema no mobile.

    • Bruno Medeiros 2 de fevereiro de 2017 at 17:20 - Reply

      Opa, já arrumei é que eu tinha colocado um plugin de pag social, mas deu problema no mobile acesse lá que já está de boa.

  3. Jose Octavio Tasos 2 de fevereiro de 2017 at 14:47 - Reply

    Na parte do Resumindo:, Porque vc colocou link do facebook para abrir os sites?

    • brunomedeirosjj 2 de fevereiro de 2017 at 16:17 - Reply

      Coloquei do Facebook não, parte : WordPress,Weebly,etc.. ? coloquei o link para os respectivos sites.

    • Bruno Medeiros 2 de fevereiro de 2017 at 17:19 - Reply

      Coloquei do Facebook não, parte : WordPress,Weebly,etc.. ? coloquei o link para os respectivos sites.

      • Jose Octavio Tasos 3 de fevereiro de 2017 at 08:34 - Reply

        Entao se nao foi de proposito, talvez foi sem querer… se vc copiou e colou… veja os hrefs dos links estao assim >>

        =”http://l.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2Fwww.blogger.com%2F&h=CAQFpQERR&enc=AZN3ni4ErmMf0YRuAmgE1QLi2

        abs

        • Bruno Medeiros 3 de fevereiro de 2017 at 20:51 - Reply

          Opa, José muito obrigado. Realmente não sei pq raios o link do facebook foi parar ali hahahahah, já arrumei e coloquei os links corretos obrigado pelo feedback.

  4. Paulo Tiago Mariano 2 de fevereiro de 2017 at 15:52 - Reply

    Veleu Bruno, fiquei com dúvidas sobre a eficácia de poluir de links sites de anúncios como zipclassificados,classiaqui, etc. funciona?

    • brunomedeirosjj 2 de fevereiro de 2017 at 16:16 - Reply

      Esses sites eles têm autoridade e links vindo deles são legais para o SEO. O que não é legal é você “spamear” esses links. Ex.: 15-20 links por dia do mesmo diretório.

    • Bruno Medeiros 2 de fevereiro de 2017 at 17:20 - Reply

      Esses sites eles têm autoridade e links vindo deles são legais para o SEO. O que não é legal é você “spamear” esses links. Ex.: 15-20 links por dia do mesmo diretório.

  5. Alan Rocha 3 de fevereiro de 2017 at 16:31 - Reply

    Bem! Vou iniciar meu comentário com a palavra respeito, pois é isso que sinto sempre que leio um post do Bruno Medeiros. Sei o quanto custa aumentar o conhecimento não estou falando nem da parte financeira, mas sim do monstruoso esforço diário que se tem que empregar nessa tarefa. Excelente posts! Em uma linguagem simples sem rodeios e “mimi mis” bem direto. Que fique bem claro esse é um assunto dinâmico e mesmo as pessoas que já conhecem e são estudiosas, como eu, devem investir 10 min nessa leitura. Parabéns Bruno esse é o único caminho que traz satisfação quando vier o sucesso pleno. Conteúdo de qualidade e escrito com o coração. Tem muita porcaria escritas na rede e devem ser combatidas com posts de qualidade. Abraços!

    • Bruno Medeiros 3 de fevereiro de 2017 at 20:57 - Reply

      Wow, muito obrigado pelo comentário.
      e sim cara, quando se faz com paixão o negócio toma outro rumo, independente do financeiro. Eu depois de 10 anos de profissão tomei a decisão de começar a produção de conteúdo exatamente por isso, muito lixo na internet, muitas pessoas escrevendo qualquer coisa de qualquer jeito e contando mentiras, enganando pessoas de bem.
      Fico muito feliz mesmo em saber que estou indo no caminho certo e estou podendo contribuir com o mercado que tanto me deu.

  6. […] e para responder as suas dúvidas sobre backlinks, te recomendo que leia o meu artigo completo Backlinks: Guia Completo, lá você vai ter passo a passo bem detalhado tudo que precisa saber para te facilitar ainda mais […]

  7. […] leia este guia – Como aparecer no Google – Passo a Passo Completo, Leia também – Backlinks – Guia completo sobre link building, E também – Como aumentar a velocidade do seu site […]

  8. […] Backlinks é a parte mais complexa do SEO, eu escrevi um artigo completo sobre backlinks e você pode conferir ele neste link: Backlinks: Guia Completo. […]

  9. Izidoro Mangango 10 de agosto de 2017 at 13:42 - Reply

    Oi, Sou Angolano e acompanho o seu trabalho, obrigado pelo artigo, vou ja comessar a praticar esta dica, também estou a seguir o teu canal no youtube, por favor m recomende um curso de SEO,
    E outra, gostaria + de saber PNB.

    • brunomedeirosjj 10 de agosto de 2017 at 14:31 - Reply

      Opa, show de bola Izidoro.
      Bom, curso de SEO tem o meu que é bem bacana 😉
      tem um conteúdo bem completo não só de otimização, mas também de monetização de projetos on-line.

Leave A Comment